segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Guia de Viagem a Nova York - Dicas e Informações de Viagem a Nova York


Descrição: http://www.wallguds.com/wp-content/uploads/2015/01/nyc-wallpaper-new-york-city-wallpaper.png

Quando estivemos pela primeira vez em New York perguntamos ao motorista que nos levou para o hotel se a cidade era segura. Ele respondeu que era mais fácil acertar na loteria do que ser assaltado em New York.

A maior cidade do mundo ocidental mantém a tradição de receber de braços abertos todos que a visitam. Estar em New York é sentir as vibrações que vêm de cada canto do planeta, numa mistura de choques a cada esquina, onde nomes de ruas e avenidas com referências numéricas se apresentam como linhas cruzadas em um organizado tabuleiro de xadrez. Se ela é de fato a “Big Apple”, suas fatias estão cada vez maiores e mais saborosas – museus, parques, avenidas monumentais, galerias de arte, salas de espetáculos com musicais da Broadway, restaurantes, a vida noturna e o que há de melhor em compras. Além dessa oferta generosa, a cidade oferece a paisagem humana e cultural mais variada do planeta, onde tudo e todos se encontram.

A cidade é dividida em cinco distritos: Bronx, Brooklyn, Manhattan, Queens e Staten Island. Neste Blog ficaremos limitados a Manhattan, pois quando se fala em New York normalmente se refere a este distrito. Eventualmente poderemos citar os outros distritos.
Veja aqui o Mapa Turístico
Veja aqui o Mapa Interativo


Click em "Mais Informações" e veja o post completo

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Guia de Viagem a Nova York - Distritos e Bairros de Nova York


Distritos de Nova York

Descrição: http://www.appartamenti-newyork.com/im/nyc_map.jpg

Click em "Mais Informações"


Guia de Viagem a Nova York - Dicas de Hotéis em Nova York


Hospedagem será, provavelmente, o maior gasto de uma viagem a Big Apple. Já fomos várias vezes e tivemos de pesquisar, com antecedência, em sites e agências de viagens para conseguir os melhores preços e localizações estratégicas, sem deixar de levar em consideração o conforto para descansar após os passeios e as compras.
Dentro do seu planejamento, este item deve ser tratado como prioridade, pois hotéis são muito caros, principalmente se você quer se hospedar próximos às principais atrações e na região de Midtown. Em épocas de alta estação, mesmo hotéis mais simples, os preços são altos quando comparados com cidades como Paris e Londres.

Se não for muito exigente, escolha um hotel mais em conta próximo a uma estação de metrô (no Brooklyn, por exemplo) e tudo estará resolvido. Isso facilitará seu deslocamento pela cidade. Lembre-se que grande parte do tempo você estará na rua. Saíra entre 8:00 e 9:00 horas e retornará a noite. 

Não espere quartos espaçosos, pois, em geral, os hotéis em NY têm quartos pequenos e conforto básico.

Normalmente os hotéis não oferecem o café da manhã e mesmo que ofereçam prefira as delicatessens espalhadas pela cidade. São muito mais baratas e com variedades para todos os gostos.

Se dinheiro não é o seu problema, Nova York oferece milhares de hotéis luxuosos. 

Leve em consideração que, além do valor das diárias, há um imposto cobrado à parte.

Como é difícil saber o desejo e condições de cada um dos viajantes, dentre às milhares de opções de hospedagem em NY, veja no anúncio do Booking neste blog qual o melhor para você. Leia as opiniões (resenhas) das pessoas que já hospedaram e não se impressione com as fotos.

Veja abaixo alguns hotéis que você pode se interessar:

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Guia de Viagem a Nova York - Dicas das Principais Atrações Turísticas de Nova York


Descrição: http://deviajeporestadosunidos.com/wp-content/uploads/quinta-avenida.jpg

Provavelmente, nenhuma cidade no mundo é tão poderosa economicamente, tão etnicamente distinta, tão cantada, falada, escrita, fotografada, filmada, elogiada, mitificada, amada e detestada ou, simplesmente, tão famosa quanto Nova York.

Nova York é onde o homem aprendeu a tocar os céus construindo edifícios. A cidade que nunca dorme se ilumina em letreiros de néon para esticar ao máximo a duração do dia.

Estar em Nova York é sentir as vibrações que vêm de cada canto do planeta, numa mistura de choques a cada esquina, onde nomes de ruas e avenidas com referências numéricas se apresentam como linhas cruzadas em um organizado tabuleiro de xadrez. Melhor do que entender é se perder.

Pode ser no fim do ano, quando faz frio e as ruas são enfeitadas para o Natal e réveillon, ou durante o verão, entre junho e agosto, quando o sol brilha forte e uma série de eventos culturais e esportivos é programada pelas ruas. Não importa. Nova York é sempre Nova York. E cada vez mais a “capital do mundo” é invadida por brasileiros.

Com tantas novidades surgindo a cada mês, não é de admirar que tanta gente escolha Nova York como destino de férias. Não só nós brasileiros lotamos a cidade, mas os próprios americanos de cidades pequenas buscam oportunidades profissionais, que só Nova York pode oferecer.

Clique em "Mais informações" e conheça as atrações imperdíveis de Nova York.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Guia de Viagem a Nova York - Dicas dos Melhores Restaurantes em Nova York



Um das coisas que os turistas e os locais mais gostam de fazer em Nova York é comer bem. São mais de 18 mil opções de restaurantes, bares, pubs e lounges. Mesmo que você visite a cidade com frequência, sempre haverá excelentes restaurantes para experimentar por toda a ilha de Manhattan. Tem italiano, francês, latino, frutos do mar, sushi, tudo o que você quiser com preços para todos os bolsos.
Importante: a gorjeta para os garçons costuma variar de 15% a 20% sobre o valor da conta. Eles aguardam esta recompensa, pois muitas vezes faz parte da sua remuneração.

Abaixo alguns restaurantes já frequentados por nós e por amigos (em ordem alfabética):
Clique em "Mais informações"

Guia de Viagem a Nova York - Dicas do Metrô de Nova York


É a melhor forma de se movimentar pela cidade. A responsável pelo metrô é a Metropolitan Transit Authority (MTA). Ele funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. Os horários de pico vão, mais ou menos, das 7:30 às 9:30 horas, de segunda a sexta-feira. O metrô é rápido, barato, eficiente, quase sempre seguro e o acesso bastante simples.
A MTA incentiva as boas maneiras, e cartazes pedem que os passageiros cedam lugares aos mais velhos, grávidas e deficientes, que não obstruam as portas, e que andem e não corram.

Os funcionários das estações (quase sempre) são prestativos, e em muitas estações têm uma equipe.
Para ajuda em inglês, ligue 718/330-1234 (24 horas). Para ajuda em outros idiomas, ligue 718/330-4847 (das 7:00 às 19:00 horas).

Se é a sua primeira vez em Nova York, será necessário um pouco de estudo para entender o funcionamento do metrô.


Click em "Mais Informações" para saber tudo sobre o Metrô

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Guia de Viagem a Nova York - Dicas de Compras - Melhores Lojas e Outlets de Nova York


Se você vai para Nova York também para compras, reserve pelo menos mais dois dias na sua agenda. Loucura, loucura. Com mais de 10.000 lojas para escolher, a cidade é um importante destino para esta finalidade.

Visite as famosas lojas de departamentos, outlets próximos da cidade, joalherias e grifes da 5ª Avenida ou explore as lojas de designer exclusivo na Madison Avenue. Descubra o mercado de pulgas e feiras de rua para um sabor local de New York, ou explore os negociantes de antiguidades exclusivas, algumas das mais requintadas do mundo.

Importante: Os preços mostrados nas vitrines e etiquetas serão acrescidos do imposto na hora do pagamento.

Clique em "Mais informações"

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Guia de Viagem a Paris - Hotéis e Restaurantes




































Guia de Viagem a Paris - Distritos (Arrondissements)

 

 
Cortada pelo rio Sena, Paris é dividida em 20 distritos - arrondissements – e subdividida em 80 bairros – quartiers, que as vezes ocupam mais de um distrito. Cada distrito é dividido em 4 bairros. A ordem dos números dos distritos segue o sentido horário de uma espiral, ou escargot (você não pode deixar de provar esta deliciosa iguaria), como chamam os parisienses. Assim, quanto menor o número, mais central é o distrito.
Para as abreviações dos arrondissements, fala-se premier (escreve-se 1er), deuxième(2ème ou 2e), troisième (3ème ou 4e), quatrième (4ème ou 4e) e assim por diante para designar os distritos.

Os códigos postais (o nosso CEP) de Paris seguem essa mesma lógica, começando por 750 e terminando pelos dois algarismos do arrondissement onde o endereço localiza-se. O do Museu D'Orsay, por exemplo, é 75007, portanto fica no 7ème. Na hora de definir onde se hospedar, a dica é verificar o código postal do hotel.
Para os turistas, os melhores distritos para se hospedar são os de números 1 a 8, além da parte sul do distrito 9 e da parte norte do distrito 16. Estas são as regiões que concentram a maior parte dos pontos turísticos da cidade.
Para conhecer os bairros de cada distrito click aqui - Bairros de Paris
É importante no seu planejamento diário de visitas às atrações turísticas, levar em consideração os distritos, para que você fique durante aquele dia sempre na mesma área, sem deslocar-se de um lado para outro desnecessariamente.
Ir ao Museu do Louvre, depois dar uma passada na Basílica de Sacré Coeur, e depois Torre Eiffel é mais uma perda de tempo, pois ficam em distritos totalmente distantes.
 
O objetivo desta postagem não é mostrar as atrações turísticas, e sim a localização das mesmas. Em postagem especifica falaremos da parte principal da viagem, as atrações.
 
Veja os Distritos de Paris:

Guia de Viagem a Paris - Roteiro de Compras


Faz cinco séculos que a França se especializa no universo dos artigos de luxo. A Revolução Francesa, além de por fim a monarquia, impulsionou este mercado.

Faça uma incursão pelas lojas mais reluzentes de Paris. O endereço mais procurado é o chamado Triângulo de Ouro, formado pelas avenidas Montaigne, George V e Champs-Élyées e pela Place Vendôme, reduto das joalherias mais caras do mundo. Se você é daqueles ou daquelas que têm euros no bolso e nos cartões, aproveite. Caso contrário, depois de conferir as vitrines do luxo, vá à farra e aproveite os mercados das pulgas e as liquidações arrasadoras que tomam conta de Paris.

Não existe tradução para o francês da palavra “barato”. Também não significa voltar para o Brasil sem algumas compras e lembranças para os parentes e amigos.


Veja algumas dicas:
- Visitar a cidade no início de janeiro ou no fim de junho, épocas das liquidações ou saldos. Os períodos de promoção são regulados por lei municipal, aplicando-se os descontos em todas as lojas. 30% de redução no início e até 70% no final.
- Quem procura cremes Lancôme ou maquiagem Chanel vai pagar caro em qualquer lugar do mundo. Pode-se optar por produtos similares vendidos nas parapharmacies, como as marcas Vichy, La Roche Posay e Roger et Gallet.
- Vasculhe as pontas de estoques, chamados de dépot-ventes, e vai encontrar peças Chanel e Yves Saint Laurent pela metade do preço.
- Vá até as lojas de fábrica. Apesar da distância, vale a pena ir nas cidades de Marne-la-Vallée e Troyes. A primeira é acessível pela linha RER A e tem um Outlet do mesmo nome. Você já passa dentro de um shopping para acessar o Outlet. Já Troyes fica na região de Champagne, um pouco afastada de Paris. Tem três shoppings de descontos, porém só vale a pena se de fato for comprar. Para olhar vitrines, fique em Paris.
- Peça o Détaxe. Turistas de fora da União Européia têm direito a restituição do imposto pago para compras acima de 175 euros, por dia e por loja. Para tal é importante, sempre que possível, concentrar as compras em um único estabelecimento. Peça a vendedor o formulário de reembolso, preenchido pela loja e assinado pelo comprador. O formulário, juntamente com as notas de compras, deve ser apresentado no aeroporto no dia de retorno ao Brasil.

Roteiro de compras em Paris
 Veja em "Mais Informações"

Guia de Viagem a Paris - City Tour




Paris City Vision









Paris Pass









Batobus Paris

Guia de Viagem a Paris - Vídeos