segunda-feira, 20 de março de 2017

Guia de Viagem a Amsterdam - Dicas e informações da viagem a Amsterdam


Com, aproximadamente, 834 mil habitantes (2015), Amsterdam é a capital da Holanda, porém a sede do governo é Haia. Foi construída sobre uma barragem (dam) do rio Amstel, o que explica a origem de seu nome. Uma potência mercantil nos séculos 17 e 18, combina a mentalidade cosmopolita de uma metrópole moderna com um rico passado, presente até hoje nas ruas labirínticas do centro histórico. Seus famosos canais expõem a proeza da engenharia que a protegeu da água do mar com a construção de diques, e a vibração cultural se revela em museus espetaculares que guardam, em seus ricos acervos, obras-primas de grandes mestres. Enquanto isso, flores desabrocham aos montes na primavera e bicicletas circulam de um lado para o outro o tempo todo, em numero superior ao de carros.

Dicas e informações para a viagem

Guia de Viagem a Amsterdam - Transporte - Como Circular em Amsterdam


Amsterdam é plana e caminhar pelo Centro é fácil. Outras maneiras de explorar a cidade são a bicicleta e os eficientes trens de superfície. Já o metrô e o ônibus são melhores para as regiões mais afastadas. Evite os táxis, caríssimos.

Veja mais – www.iamsterdam.com

A bicicleta é o principal meio de transporte dos moradores da cidade. Ao caminhar pelas ruas, não fique de bobeira no meio das ciclovias, algo bastante comum entre os turistas. Se aderir à pedalada, observe como fazem os locais e siga as normas de trânsito.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Guia de Viagem a Amsterdam - Dicas de Restaurantes em Amsterdam


Um excelente almoço em um terraço junto a um canal, um lanche rápido ou um jantar sem pressa. Segundo o site Tripadvisor, Amsterdam tem mais de 3 mil restaurantes. A cidade tem opções gastronômicas para todos os gostos e bolsos. São especialidades holandeses, italianas, japonesas, chinesas, indianas, indonésias, steakhouse, frutos do mar, vegetarianos, veganos e muito mais.

Veja algumas sugestões:

terça-feira, 7 de março de 2017

Guia de Viagem a Amsterdam - Dicas das Principais Atrações Turísticas de Amsterdam


É difícil não cair em tentação em Amsterdam. “Alguns turistas acham que Amsterdam é a cidade do pecado, mas, na verdade, é a cidade da liberdade. E é na liberdade que a maioria das pessoas encontra o pecado”. Essa frase, dita por um personagem do livro A Culpa é das Estrelas, define bem a capital holandesa. Mas nem tudo se resume a sexo, drogas e rock and roll. Compacta, suas ruas e canais podem ser explorados a pé. Ou, para entrar no clima, de bicicleta. Afinal, os holandeses usam as duas rodas para tudo, levando em suas cestas uma baquete, um maço de flores e até bebês. São quase 800 mil bicicletas para 834 mil habitantes (dados de 2015).

Amsterdam esbanja cultura. Tem ótimos museus e é um verdadeiro festival de arquitetura. Á noite, a cidade entra em ebulição. É só ir direto para Leidseplein, uma praça rodeada por bares, casas noturnas e restaurantes.

Entrecortada por 165 canais, a capital da Holanda tem 1.281 pontes, mais de 50 museus e uma fama de liberal para destino algum botar defeito. Depois de permitir o consumo de drogas leves nos anos de 1970, regulamentar a prostituição e ser uma das primeiras cidades do mundo a reconhecer o casamento gay, a última novidade foi liberar o sexo ao ar livre (a noite) nas dependências de sua maior área verde, o Vondelpark. Amsterdam é moderna, polêmica e não tem medo de ser feliz.

Uma boa dica é comprar o I Amsterdam Card (www.iamsterdamcard.com). Todos os museus da cidade estão incluídos, exceto a Casa de Anne Frank, que é particular. Tem versões a 38 euros (um dia), 48 euros (dois dias) e 58 euros (três dias).

Veja as atrações que você não pode deixar de visitar: